Presidente do STF barra mudança nas cobranças de planos de saúde | SBT Notícias (17/07/18)

Em junho, a Agência Nacional de Saúde Suplementar implementou uma nova regra na forma de cobrança dos planos de saúde. A partir de janeiro, os novos contratos poderiam cobrar dos segurados até 40% do valor de alguns procedimentos médicos.
Mas a alteração foi barrada pela ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, após uma liminar da OAB. Para a entidade, a ANS invadiu as competências dos poderes executivo e legislativo ao regulamentar a matéria.
A medida ainda é provisória, mas por enquanto, o pagamento da porcentagem está suspenso. A ANS informou que já acionou a Advocacia-Geral da União foi acionada para tomar as medidas cabíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *